fbpx
Saúde Vocal

Saúde Vocal

VOCÊ SE PREOCUPA COM SUA SAÚDE VOCAL PARA TER UM CANTO EM FORMA?

Olá Pessoal!

Hoje vamos falar de Saúde Vocal. Um assunto tão básico, porém menos procurado pelos aspirantes ao canto, cantores amadores e profissionais (não devia ser assim, né?).

Quem não quer cantar fazendo aqueles efeitos maravilhosos na voz, tipo: drives, melismas, yodel’s …
Para isto acontecer, a saúde vocal precisa estar em alta.

Todos querem cantar com a voz perfeita, executando lindos agudos, com agilidade, ter pleno domínio sobre a voz,
mas para que tudo funcione perfeitamente, você cantor deve se preocupar com o pleno funcionamento de seu aparelho vocal.

Antes de começar a falar diretamente sobre o assunto, vamos ver a definição de saúde:

Saúde é o:

  1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital.
  2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar.

 

Agora vamos à saúde vocal

Falar em saúde vocal é ter o canto em forma.

Para isso, é necessário entender o que é, e o que não é bom para sua voz.

O que não é bom para sua voz:

  • ÁLCOOL: Se você tem o hábito de beber enquanto canta, então deleta isso de sua vida. O álcool desidrata as pregas vocais;
  • FUMAR: É o inimigo da respiração, portanto inimigo de sua voz;
  • ALIMENTAÇÃO: Comer demasiado antes de cantar e comidas pesadas, não fazem bem para sua voz. O seu estômago no processo digestivo pode promover refluxo-esofágico e gases que vão atingir suas pregas vocais;
  • FALAR MUITO ALTO E EM LUGARES RUIDOSOS: Outro inimigo para sua voz é falar alto, algo que expõe e machuca seu trato Vocal e a competição sonora. Leia o Post sobre a voz falada do cantor, da fonoaudióloga Marriet Pires;
  • USO DE SPRAY: É a máscara dos problemas vocais. Certos sprays até parecem inofensivos, mas alguns possuem ação anestésica.
    Alguns cantores, mesmo em quadro viral, usam este recurso, só que ao final da performance, é comum observar um avanço na patologia existente, pois como não houve o sintoma por conta da ação anestésica, o uso da voz debilitada pode ocasionar lesões ainda maiores.

O que é bom para voz?

  • BEBA BASTANTE ÁGUA: beber água faz bem para o corpo e para a saúde vocal, devido a hidratação. Pregas vocais hidratadas é sinônimo de baixo impacto no atrito, no ato da cooptação das pregas vocais.
  • AQUECIMENTO E DESAQUECIMENTO: Lembre que antes de cantar, sua musculatura está praticamente em repouso, pois a voz cantada requer um esforço maior do que a voz falada. E ao final da sua apresentação, a musculatura ainda estará “ativa” , mesmo que não esteja cantando, por isso é tão importante desaquecer.
  • ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: Alimentação balanceada traz diversos benefícios, inclusive para a voz. Além de promover saúde física e corporal, você não correrá o risco de desenvolver refluxo-esofágico. Para isto, procure ajuda de um nutricionista.
  • DORMIR BEM: O sono é amigo da voz. Noite bem dormida, musculatura relaxada, baterias recarregadas.

 

DICAS DE EXERCÍCIOS:

  1. Bocca Chiusa: é o famoso Humming usado para aquecer e acionar os ressonadores. Lembra daquele bolo delicioso da vovó? Quando você come faz hummmmmmm!!! Então faça este hummm sentindo uma coceirinha nos seus lábios e seu da boca. Além de aquecimento ele também ajuda a retirar aqueles pigarros que incomodam e fazem você fazer o ahan prejudicial para a voz. Faça no grave, médio e aguda, subindo e descendo.
  2. Humming + consoante “M” + vogais: Hummm MAAAA / Hummm MEEEÉ / Hummm MIIIIIIIÍ/ Hummm MOOÓ/ Hummm MUUÚ

    Este exercício também é ótimo!!!! Não esqueça de fazer do grave ao agudo!

  3. Glissando em “U”: Outro exercício maravilhoso para propiciar o esticamento e encurtamento das pregas vocais.

 

Existem ainda outras dicas importantes para ter uma boa saúde vocal, e manter o canto em forma.

Procure ajuda de um fonoaudiólogo especialista em voz cantada, um professor de canto com formação em fisiologia Vocal e faça consultas regulares com o otorrinolaringologista.

Lembre que sua voz é única e insubstituível.

 

Washington Valentim
Professor de Canto

Fechar Menu