fbpx

O Trabalho em Equipe

AS MUDANÇAS FEITAS COM REGULARIDADE EM BUSCA DE MELHORIAS RESULTAM EM GRANDES PROGRESSOS A LONGO PRAZO

Eu poderia começar falando apenas como fonoaudióloga, mas o objetivo é mostrar o quão importante é uma parceria profissional.

Há aproximadamente 15 anos eu e Vivian Veríssimo professora de canto começamos uma jornada onde cada qual atuando em sua
área em busca de melhores resultados em se tratando de voz. União que me tornou mais apaixonada pela dimensão do mundo do cantor.
Cumprindo o meu papel de habilitar e reabilitar a voz, empenho que seria anulado se o professor de canto
sem a sua técnica e conhecimento não a preservasse. Ambos respeitando os limites de atuação.

Ao longo dos anos com muito empenho e estudos passamos por mudanças, mas com regularidade melhoramos e alcançamos
grandes progressos que refletem na saúde na boa técnica de vozes que cantam e encantam.

Sinto-me honrada por ter esta profissional caminhando comigo em uma relação de confiança e troca.
E outros demais professores que fazem parte desta história.

 

Vamos conversar um pouco sobre as distinções:

O fonoaudiólogo é o profissional que trabalha com a comunicação, seus distúrbios e seu aprimoramento.
Um foco de atuação, na formação acadêmica, a voz falada e suas interfaces com a linguagem, a audiologia,
a motricidade orofacial entre outras.

Por outro lado, o professor de canto é o profissional que ensina o individuo a cantar e sua formação, seja
acadêmica ou não, objetiva o trabalho com foco na voz cantada, em sua dimensão musical.

Nota-se que as linhas de atuação de ambos são diferentes.

Assim como um professor de canto não deve trabalhar com um aluno que apresenta alteração na voz falada
(tecnicamente chamada de disfonia), o fonoaudiólogo não deve dar aulas de canto aos seus clientes.

É preciso lembrar, no entanto, que a Fonoaudiologia pode trabalhar com a voz cantada,
no que se refere aos ajustes do trato vocal, à acústica da voz e/ou ao atendimento do cantor
que apresenta uma alteração de voz, seja essa cantada ou falada.

O fonoaudiólogo fará, então, uma avaliação completa das vozes falada e cantada do cliente, com todos os seus elementos,
a fim de obter um prognóstico para estruturar seu atendimento. Não se trata, evidentemente, de ensinar o indivíduo a cantar.

Cabem ao professor de canto, enfim, questões relativas às técnicas específicas dessa arte e também aos estilos musicais
interpretados por seus alunos. De qualquer forma, poderá trabalhar em parceria com o fonoaudiólogo, caso haja necessidade.
Isso porque ambos têm em comum a preocupação em orientar aquele que canta a usar sua voz de acordo com suas possibilidades reais e, assim, aperfeiçoar-se de forma saudável e prazerosa.

Esta é uma dobradinha perfeita!

Professor de canto + Fonoaudiólogo + Otorrinolaringologista = cantor saudável

 

Marriet Pires da S. Barbosa Fonoaudióloga Especialista em voz e comunicação

Comentários

Fechar Menu